sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Reproduzindo DVD's protegidos com o VLC

Buenas amigos...
Eu estava com dificuldades para reproduzir alguns DVD's protegidos no Linux: os menus não funcionavam!
Resumindo, os passos para resolver esse problema estão aqui:
1)Instale o pacote Restricted Extras: Aplicativos –>Central de Programas do Ubuntu –> Ubuntu restricted extras
2)Instale o VLC via linha de comando, em um terminal: sudo apt-get install vlc
3)Instale o seguinte codec: sudo /usr/share/doc/libdvdread4/install-css.sh
A explicação para o não funcionamento, em um primeiro momento, é simples: alguns codecs proprietários não são legais em alguns países, e como o Ubuntu é distribuído em muitos destes países, não pode vir com estes codecs "nativos", eles têm que ser instalados "na mão".
Paz e bem, Feliz Ano Novo a todos os leitores do blog Freelinux-BR!

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Manual do Dell Latitude 110L

Este post provavelmente não interessará aos leitores do blog.
É apenas para eu me lembrar do link do manual do Dell Latitude 110L (meu notebook de testes).
O manual está disponível AQUI.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Nasce um trouxa por minuto

Finalmente uma personalidade relevante do mundo tecnológico resolveu se manifestar sobre o que está sendo chamado "cloud computing induzido", ou seja: forçar os usuários a colocar seus dados "na nuvem" (entenda-se 'Internet'), alegando que esse é o futuro e que é irreversível.
A frase-bomba, a respeito das pessoas que estão adotando o Chrome-OS: Stallman disse esperar que muita gente “continuará a adotar o modelo de computação descuidada, porque a cada minuto nasce mais um trouxa no mundo”.
MINHA OPINIÃO: 100% certo. A IBM, Google, Microsoft e outros estão perdendo força no mercado e, desesperados, querem vender seus containers (novo conceito de data-center, mas totalmente controlado por eles) e servidores a qualquer custo. Com isso induzem o usuário final (e muitos técnicos desavisados) que este é o futuro da computação pessoal.
Segue matéria na íntegra, recomendo ao leitor reflexão (e divulgação):

"Fundador da Free Software Foundation alerta sobre os perigos legais do sistema e a fragilidade de se confiar dados pessoais à computação em nuvem.


O fundador da Free Software Foundation criticou o Chrome OS, da Google, dizendo que ele forçará os usuários de PC a colocar seus dados em risco, já que eles serão armazenados na nuvem e não na sua máquina pessoal.

Richard Stallman, que também criou o sistema operacional GNU, afirmou ao The Guardian que o sistema vai “empurrar as pessoas no caminho da computação descuidada” já que, ao guardar seus dados na nuvem, os usuários de PC perderão os direitos legais sobre seus dados e a capacidade de controlá-los.

“Nos Estados Unidos, você até perde direitos legais se armazenar seus dados nas máquinas de uma empresa em vez de suas próprias”, afirmou.

“A polícia precisa apresentar a você um mandado de busca se quiser obter seus dados; mas se eles estiverem armazenados no servidor de uma companhia, a polícia poderá obtê-los sem mostrar nada a você. Eles podem até nem precisar mostrar um mandado à empresa.”

Stallman disse esperar que muita gente “continuará a adotar o modelo de computação descuidada, porque a cada minuto nasce mais um trouxa no mundo”.

“No entanto, se um número suficiente de pessoas continuar a manter seus dados sob seu próprio controle, nós ainda poderemos fazê-lo. E é melhor que seja assim, senão a opção poderá desaparecer.”

Sistema engessado
Stallman sustentou que, na essência, o sistema da Google é “o sistema operacional GNU/Linux. Contudo, ele é entregue sem as aplicações de costume, e engessado de forma a impedir e desestimular a instalação de aplicações.”

Oficialmente, a Google mostrou seu sistema na semana passada, cerca de dois anos depois de ter sua existência anunciada.

O sistema, que atualmente tem sido testado por empresas e por um pequeno grupo de consumidores, guarda o menor número possível de dados dentro da máquina. Em vez disso, ele se apóia em uma conexão à Internet para armazenar dados nos servidores da Google.

A Google ainda precisa revelar se ou quando terá planos de produzir seus próprios laptops rodando o sistema operacional.

No entanto, espera-se que as primeiras máquinas com o sistema, produzidas pela Acer e pela Samsung, estejam disponíveis em meados de 2011."

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Reciclagem Tecnológica

Em Porto Alegre haverá a 1ª Feira de Descarte de Equipamentos de Informática (aquele velho monitor LCD, o cabinete bege abandonado e as memórias SIMM serão bem-vindos).
Clique na imagem para ampliar.